Vamos falar sobre o marketing de entrada

A maneira mais fácil de entender o que é Inbound Marketing é descrever o método “push vs. pull” de marketing.

Vamos analisar por alguns instantes como você pode usar o método push-pull de marketing no seu negócio.

“Empurrando” seria qualquer esforço de marketing em que você empurra seus serviços, produtos e anúncios para pessoas sem que eles precisem ou procurem. Exemplos clássicos disso são anúncios de TV, anúncios em jornais e panfletos.

“Pulling” seria marketing onde você tem uma compreensão do que seu cliente-alvo quer e você publica conteúdo (blog, eBook, vídeo, classes) que irá ajudá-los e, assim, mostrar o seu valor para eles e eles vão querer persegui-lo como um possível solução para o seu problema.

Trata-se de trazer clientes para você, agregando valor. Seu conteúdo seria específico para seu cliente-alvo.

“Em vez de uma interrupção unidirecional, o marketing na web é tudo sobre a entrega de conteúdo útil no momento exato em que um comprador precisa.” – David Meerman Scott
O nascimento da entrada
O conceito de inbound marketing não nasceu até 2005, depois que a frase foi cunhada por Brian Halligan, co-fundador e CEO do popular software inbound marketing da HubSpot.

De lá, foi um lento rastreamento. Ele começou a aparecer em pequenos sinais e bips na internet em 2007. Em 2012, realmente começou a crescer. Hoje, é um conceito familiarizado com profissionais de marketing on-line, como a Otimização de mecanismos de pesquisa – o inegável acrônimo de SEO de hoje.

Inbound Today

Hoje, empresas e empreendedores capturam o mundo com a escrita de blogs, podcasts, vídeos, eBooks e muito mais. Eles dão um passo adiante, promovendo esses recursos educacionais através de mídias sociais e campanhas de e-mail.

As empresas criam todo tipo de conteúdo criativo e envolvente, tudo em um esforço para atender ao cliente ideal por meio de um valioso e poderoso funil de vendas on-line. As empresas que usam estratégias de marketing de entrada e vendas internas têm suas equipes de Marketing e Vendas trabalhando juntas e se alimentando umas das outras para ajudar o negócio a crescer.

Incoming Tomorrow

Então, onde está indo o marketing de entrada agora? Atingiu o seu pico? Dificilmente.

Considere isto: as estatísticas mostram que os leads derivados do marketing inbound têm uma taxa de fechamento de 14,6%. Os leads de mala direta têm uma taxa de fechamento de apenas 1,7%.

Adicione a isso o fato de que 2 bilhões de pessoas em todo o mundo possuem um smartphone. Com mais e mais pessoas confiando em seus dispositivos digitais para comprar e se educar sobre produtos e serviços, não há dúvida de que o inbound marketing não tem lugar para crescer, mas para cima.

“As pessoas compram e aprendem de uma maneira totalmente nova em comparação com apenas alguns anos atrás, então os profissionais de marketing precisam se adaptar ou arriscar a extinção.” – Brian Halligan, CEO e cofundador da HubSpot
O que é marketing de entrada?
Inbound é um método de atrair, engajar e encantar as pessoas para desenvolver um negócio que agregue valor e crie confiança. À medida que a tecnologia muda, o inbound guia uma abordagem para fazer negócios de uma maneira humana e útil. A entrada é uma maneira melhor de comercializar, uma maneira melhor de vender e uma maneira melhor de atender seus clientes. Porque quando bom para o cliente significa bom para o negócio, sua empresa pode crescer melhor a longo prazo.

O marketing de entrada é uma abordagem que se concentra em atrair leads, clientes e visitantes para você ou sua marca, em vez das abordagens mais tradicionais defendidas pelos defensores do marketing de saída, como anúncios falidos ou publicidade paga na mídia tradicional.

O principal objetivo do marketing de entrada é a criação de conteúdo que se alinhe bem com os interesses do público e interaja com as pessoas de uma forma que ofereça valor real a elas, gratuitamente, em vez de usar o método tradicional de interrupção de marketing.

“As pessoas não compram o que você faz, elas compram porque você faz isso.” – Simon Sinek, autor e otimista
Metodologia Inbound
Nós todos sabemos que o equilíbrio de poder mudou e o comprador agora detém todas as cartas. O que isso realmente significa para o marketing? Como você pode vender para o comprador de hoje?

Desde 2006, o inbound marketing tem sido o método de marketing mais eficaz para o marketing on-line de sua empresa, gerando leads e diminuindo seu tempo de conversão. O marketing de entrada leva sua estratégia digital ao próximo nível de geração de leads e engajamento do cliente.

Em vez dos antigos métodos de marketing de saída de compra de anúncios, compra de listas de e-mail e esperanças de leads (provavelmente menos do que leads qualificados), o inbound marketing se concentra na criação de conteúdo de qualidade que direciona as pessoas para sua empresa e produto por meio de conteúdo relevante, onde e quando eles precisam mais. Ao alinhar o conteúdo que você publica com os interesses do seu cliente, você atrai naturalmente o tráfego de entrada que pode converter, fechar e encantar com o tempo.

Qual é o benefício disso? Seu conteúdo mora no seu site o tempo que você quiser. A diferença entre isso e paga é que, quando você para de pagar por anúncios com o Google Adwords, anúncios do Facebook, etc., seus leads e o tráfego do website também são interrompidos. Esse não é o caso do marketing de entrada.

Há quatro funis de marketing que são cruciais quando se fala em marketing de entrada: Atrair, converter, fechar e agradar. Vamos explicar cada um deles com mais detalhes.

Estágio 1: Estágio de atração ou conscientização
Isso é tudo sobre transformar estranhos em sua marca em visitantes de primeira viagem. Começa por atrair as audiências certas que estão interessadas no que você está oferecendo por Blogging, estratégia de conteúdo e mídia social.

Estágio 2: Estágio de Conversão ou Consideração
Em seguida, pretendemos converter esses visitantes em leads, obtendo detalhes pessoais. A moeda mais valiosa durante esta fase é a informação de contato. Fazemos isso trocando conteúdo, incluindo eBooks, white papers, infográficos, dicas e truques para seu nome e endereço de e-mail.

Estágio 3: Encerramento ou Estágio de Decisão
Se você conseguiu atrair os clientes certos durante sua fase de consideração, então vem fechando como um próximo passo natural. Também precisamos garantir que o cliente se torne um comprador repetido e que sua marca seja mantida em destaque por ele no futuro.

Isso pode ser conseguido usando relatórios e ferramentas de inteligência de liderança. Use o gerenciamento de pipeline, o desenvolvimento de leads, o e-mail e a pontuação preditiva de leads.

Estágio 4: Prazer
Então você fez sua venda. Impressionante! Seu trabalho está valendo a pena, mas isso não significa que seu trabalho acabou. Seu próximo objetivo é fidelizar os clientes para que seu cliente continue comprando de você no futuro.

O passo 4 é menos sobre o que você está dizendo e mais sobre como você faz alguém se sentir. Seu objetivo de se divertir é proporcionar uma experiência memorável que atenda diretamente às necessidades e desejos de seu público. Isso os torna mais propensos a se tornarem referenciadores e agradecer a amigos e familiares

Inbound Marketing: (Inbound Good !?)
Como você provavelmente trabalhou, o marketing de entrada é o termo genérico para estratégias que levam o público a encontrar você. Você coloca o trabalho na frente, configurando recursos que geram leads para o seu negócio.

Existem vários exemplos disso. Em um nível básico, seu site é uma forma de marketing de entrada. Procurando por um produto ou serviço, alguém encontra seu site e – se o site é bom – eles fazem a compra ou ligam para você para obter mais informações.

Outros exemplos de marketing de entrada incluem marketing de conteúdo, mídia social, páginas de destino e white papers.

Existem formas de marketing que são tanto de entrada e saída de marketing?

Você poderia argumentar que tanto o PPC quanto o email marketing combinam os dois.

E-mail, por exemplo, envolve o envio de mensagens. No entanto, o inbound marketing é necessário para colocar as pessoas na sua lista de e-mail.

Anúncios PPC são projetados para atrair pessoas para o seu negócio, mas você tem que colocá-los para fora para que possam ser vistos.

“O tempo real é uma nova mentalidade em marketing e é isso que o marketing de entrada é tudo.” – David Meerman Scott
Marketing de saída: (Saída ruim)
O marketing de saída é simples de entender: é tudo o que você considera atualmente como publicidade.

Todos os métodos tradicionais de publicidade são de saída: TV e rádio, anúncios de jornal, telemarketing, anúncios ao ar livre, correio direto (correio) e assim por diante.

O termo “saída” vem da ideia de você empurrar a publicidade “para fora” para os destinatários, esperando que ela converta o suficiente para garantir que você ainda tenha lucro.

Saída V de entrada:

Esta continua sendo uma questão controversa. Algumas pessoas ainda juram por métodos tradicionais; outros estão convencidos de que o inbound marketing é mais eficaz.

Vamos passar pelas principais características do marketing de entrada vs saída aqui.

Preço
O marketing de saída é quase universalmente mais caro, mesmo quando se trata de publicidade local. Um pequeno anúncio em seu jornal local provavelmente custará pelo menos três dígitos. Uma campanha publicitária nacional poderia chegar a seis.

Você precisa de muitos orçamentos para executar o marketing de saída em grande escala. O marketing de entrada pode ser gratuito em termos de investimento inicial: não custa nada configurar uma conta de mídia social ou iniciar um blog.

Tempo
Normalmente, o marketing de entrada demora mais tempo. Você pode criar um mailshot e tê-lo circulado dentro de um dia ou dois.

A criação de recursos on-line que levam os clientes ao seu negócio levará mais tempo. (Geralmente, vale a pena investir no tempo, no entanto.)

Alvejando
O marketing de entrada permite uma segmentação muito mais eficiente. É muito mais fácil ter CERTEZA de que você está atingindo seus clientes ideais ao realizar uma campanha de entrada. Por quê? Porque quando você veicula um anúncio de rádio local ou uma promoção de jornal, simplesmente não pode garantir que as pessoas certas o leiam.

Quando você cria recursos de entrada, as pessoas só encontram você quando realmente procuram coisas relacionadas ao seu setor.

Reputação
Publicidade de saída tradicional ganhou uma má reputação ao longo dos anos. As pessoas odeiam anúncios e encontram formas de evitá-los, desde colocar avisos de “lixo eletrônico” até instalar bloqueadores de anúncios em seus telefones.

O marketing de entrada, no entanto, nem mesmo é considerado como marketing. Se quisermos encontrar um restaurante indiano por perto, basta pesquisar no Google e encontrar um. Nunca pensamos que estamos sendo “anunciados”, embora – para todos os efeitos – seja exatamente o que está acontecendo.

Se você quiser fazer vendas sem ser visto como vendas – e muitas empresas fazem – o marketing de entrada é definitivamente uma opção melhor.

Benefícios do Inbound Marketing
Alcance o público-alvo certo no local certo para gerar tráfego de qualidade: o trabalho de marketing de entrada para alcançar o público-alvo certo nos lugares certos, você pode atrair seus clientes-alvo para atingir seus objetivos de marketing digital.
Aumente a confiança: o marketing de entrada tem tudo a ver com dar aos clientes em potencial as informações sobre o produto e os serviços que eles estão procurando. Isso ajudará na criatividade ao engajar os clientes.
Proteja-se da dependência excessiva de um canal: ao buscar tráfego de qualidade a partir de várias fontes, como pesquisa orgânica, referências de mídia social, referências de outros sites que falam sobre seu incrível trabalho, você pode reduzir a dependência de apenas um canal.
Ajuda a aumentar as vendas e o marketing: o Inbound Marketing utiliza as mídias sociais para compartilhar nas redes de mídia social que ajudarão a entrar em contato com um público maior.
Inbound marketing aumenta as vendas através de sua promoção, você receberá mais visitantes e você pode converter esses visitantes em clientes.
Aumente a visibilidade e o reconhecimento da marca: o marketing de entrada usa mídias sociais, SEO, blogs que ajudarão você a aumentar a visibilidade e a notoriedade da marca.
O Inbound Marketing é um efeito de longo prazo para os clientes em potencial, alcançando-os em vários canais sociais.
O marketing de saída é caro do que o Inbound Marketing.
ROI alto
Você pode manter um bom relacionamento com os clientes.
Alta conversão de leads.
Aumenta Mais Tráfego na Web
Ajuda na futura análise de dados.
Fique à frente da concorrência.
Conclusão
A entrada está lá há algum tempo e não a reconhecemos por causa da importância dada ao marketing de saída. Como a Internet proliferou em todos os negócios domésticos, para todas as pequenas e grandes empresas, é difícil negar o imenso alcance e efeito do marketing inbound.


Advertisement